Droga encontrada em caminhão de soja é a maior apreensão do ano em Botucatu

Seis toneladas de maconha, além de haxixe e skank foram apreendidas na Rodovia Marechal Rondon. Motorista alegou desconhecer o conteúdo do carregamento.

Por Carla Parezan 10/07/2018 - 10:14 hs
Foto: Murilo Barbosa / TV TEM
Droga encontrada em caminhão de soja é a maior apreensão do ano em Botucatu
Policiais militares apreenderam grande quantidade de maconha na Marechal Rondon em Botucatu

apreensão de seis toneladas de maconha feita pela Força Tática em Botucatu foi a maior do ano na cidade, segundo dados da Polícia Militar. A droga estava escondida na carroceria de um caminhão com placas de Cuiabá (MT) em meio uma carga de soja a granel.


Além dos tijolos de maconha, foram apreendidas também porções de skank e haxixe. O veículo seguia pela Rodovia Marechal Rondon quando foi abordado pelos policiais militares que voltavam de um ronda de rotina em São Manuel na manhã de domingo (8).


“A gente ultrapassou o caminhão, paramos na praça de pedágio e aguardamos pra observar melhor. Ele, ao perceber a nossa presença no pedágio, demonstrou total nervosismo e optamos pela abordagem. Inicialmente ele nos contou que transportava soja. Mas, quando iniciamos a revista mais criteriosa, ele confessou que desconhecia o que tinha no interior da carga”, explica o tenente Fernando Luiz Malagutte.


Durante a revista, os policiais encontraram centenas de pacotes com drogas escondidos embaixo da carga de soja. “Se não fosse o nervosismo do motorista, talvez passaria batido, porque a soja estava a granel, o que dificulta bastante a localização do entorpecente”, completa o tenente.


O motorista, um homem de 50 anos, sem passagem pela polícia, disse em depoimento que receberia R$ 10 mil para transportar a droga de Nova Bandeirantes (MT) onde o caminhão foi carregado até São Paulo. Ele foi preso em flagrante por tráfico de drogas, e encaminhado à cadeia de Itatinga. Se condenado, pode pegar de cinco a quinze anos de prisão.


O que chamou a atenção, além da quantidade de drogas, é a organização: isso porque algumas embalagens, estavam identificadas com letras ou siglas. Letra "S", indica que o material iria pra zona sul, a letra "L", que o material iria pra zona leste. Uma grande quantidade de drogas, dividida entre vários compradores.


O material apreendido, foi levado ao plantão da Polícia Civil em Botucatu. “Tendo em vista a grande quantidade de entorpecente, tudo indica que seriam diversos compradores. É um impacto é bastante grande aí para os traficantes”, explica o delegado Celso Olindo.

Bauru - g1.globo.com