Esterilização da Santa Casa de Jaú é reconhecida internacionalmente

Esterilização da Santa Casa de Jaú é reconhecida internacionalmente

Central de Materiais é premiada pela prevenção de infecção; certificação é feita pela 3M

Por Carla Parezan 13/03/2018 - 09:28 hs
Foto: Luiz Carlos de Oliveira
Esterilização da Santa Casa de Jaú é reconhecida internacionalmente
Renata Alponte é a supervisora da Central de Materiais da Santa Casa

 

Na contra mão dos problemas de infecção presentes em muitos hospitais pelo Brasil, a Santa Casa de Jaú foi reconhecida em fevereiro deste ano pelo Programa 3M de Certificação de Boas Práticas em Qualidade Assegurada de Limpeza e Esterilização. O certificado confere a Central de Materiais e Esterilização da Santa Casa a categoria DIAMOND BLACK, que é a melhor avaliação do programa.

De acordo com a emrpesa a conquista é fruto do resultado das avaliações realizadas na Central com base em evidências de boas práticas recomendadas por Guidelines/Associações nacionais e internacionais.

A supervisora da Central da Santa Casa, a enfermeira Renata Correa Alponte, foi quem inscreveu a entidade na avaliação. “Por isso fizemos adequações em equipamentos e recursos humanos para deixar todo o processo de esterilização ainda mais seguro”, comentou. “A Santa Casa é a única do interior paulista a conseguir esse nível de certificação, com exceção de hospitais particulares e convênios”.

De acordo com o médico infectologista Daniel Marcio Elias de Oliveira, uma comissão de reprocessamento foi criada há cerca de um ano com objetivo de buscar melhorias e aprimorar os processos da Central de Materiais, dando mais tranquilidade aos cirurgiões e segurança aos pacientes.

A enfermeira Renata e membros da diretoria da Santa Casa estarão no dia 11 de abril, em Foz do Iguaçu, para receber a placa de certificação da 3M que será entregue durante o 5º Congresso Internacional de Prevenção de Infecção.

As informações são da assessoria de imprensa da Santa Casa de Jaú